Nicol Bolas procura colega de quarto
10/07/2018 10:00 / 4,469 visualizações / 7 comentários

Passado o GP São Paulo e com o CLM11 chegando, é hora de deixar de lado um pouco o Modern e começar a reavaliar o Standard, que com M19 tem uma nova pool de cartas para usar.
 

 
A minha queridinha da vez tem sido o Nicol Bolas, o Devastador, essa criatura com cara de midgame é uma ótima bandeira para construir em volta, já que sua habilidade de se transformar em um planeswalker a faz uma opção sensacional para o late game.
 
Começamos olhando o nosso novo amigo, ele é 4/4 com voar, por quatro manas. Para o Standard, esse tamanho o faz bem grande em combate, perdendo apenas para a Lyra, Portadora da Alvorada no ar e podendo segurar um Portador da Gloria, isso porque Nicol Bolas, o Devastador é um dragão e nao sofre com o Exaurir do dragão vermelho.
 
O custo do Nicol Bolas é quatro, em combinação Grixis, o que de cara já nos diz duas coisas: ele será mais um alvo para Derrota de Chandra e que o custo de mana será o nosso grande desafio de deckbuilding.
 
Ele tem três habilidades, uma de evasão, que já citei, uma desencadeada, que gera valor e a que o transforma em um monstro. Vendo as duas últimas habilidades, seu custo e seus status de combate, podemos dizer que essa criatura é para gerar valor e não para rushar um oponente. Ou seja podemos usar em decks agressivos, mas quando queremos mais valor, só que no mundo ideal, ele deve jogar mais em midranges. Um baralho cheio de criaturas que fazem coisas interessantes e que não ligam para remoções, justamente o caso do nosso dragão, que tende a fazer 2 por 1 quase sempre, apesar de parte desse valor o seu oponente que escolhe.
 
Não temos exatamente um grixis no Standard, como aconteceu na época da Energia, mas BR e UB são combinações bem fortes no formato e que podem pensar em um splash, ainda mais que nessa combinações temos ótimas fast, cycle e check lands.
 
A primeira casa mais óbvia é um UB midrange, esse deck já foi o melhor do formato e hoje em dia ele pode aceitar um belo gás, com o Elder Dragon sendo uma boa maneira de fazer frente ao Portador da Gloria, que é um dos predadores de UB.
 
Grixis Midrange - Standard
2018-07-10

Jogador

Ruda

Visitas

4484

Código Fórum

[deck=939736]
 
Algumas notas sobre essa lista:
 
- Sifonadora Bracoluz apenas de side, porque não quero alimentar goblins;
- Com mais criaturas com ETB, Liliana, Majestade da Morte fica bem melhor;
 - UB já me dá várias respostas, por isso não abusei mais do splash para as remoções;
 - Cuspir Chamas é uma carta que já está me chamando à atenção nos testes em listas mais lentas.
 
Outra abordagem é indo mais para o vermelho, aproveitando que essa cor está forte, nesse caso, a base ´BR:
 
Grixis Big Aggro - Standard
2018-07-10

Jogador

Ruda

Visitas

4486

Código Fórum

[deck=939752]
 
Aqui jogamos mais parecido com o BR atual, apesar de apostarmos mais em um jogo midrange. A vantagem dessa lista é a mana, onde o azul é um splash leve e que ainda pode ser explorado, seja com mais cópias de Aether Hub, seja com mais Torre da Industria .
 
O meu grande ponto sobre essa carta é como ela é forte em um metagame Standard, como já citei, seu corpo é grande para a área que explora e suas habilidades são igualmente relevantes. Confesso que no começo achava o custo bem complicado de aplicar, mas tem sido realtivamente fácil construir com ela em diversas estratégias.
 
M19 já está válida online e esse fim de semana teremos contato físico com ela no Brasil, construir em volta de novidades é sempre bom..
 
Até mais!

Ruda
 
 
TAGS: 

Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Lista de Compras em M19

Pegue a cestinha e vamos à forra!


A Volta dos que não foram

Os decks que nunca deixamos de amar e estão aparecendo de novo no cenário competitivo.


RPTQ Trios - Preparação

Escolhas e métodos.


Acompanhe a Pro Tour Dominaria

Hora dos profissionais explorarem a nova coleção!


Três Rogues para o seu Trio

Opções para diversificar as listas do RPTQ.





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

edumal123 (11/07/2018 09:25:10)

?

Alchemist (10/07/2018 17:59:31)

Para que fazer lista com cartas de m19?

Elas vão ficar presas na alfândega até a rotação..... de Ravnica.

Denfaceupp (10/07/2018 15:08:59)

Penso nele num grixis control, com o irmão mais velho, Deus Faraó como wincon alternativa!

Cristhiano (10/07/2018 15:08:28)

Listas tão boas quanto Mox Ambar, a nova mox rubi.

HHHH (10/07/2018 13:51:19)

Essa carta só irá mostrar todo o seu potencial ano que vem, na segunda parte de Ravnica, quando a guilda Rakdos der as caras e formar dupla com a Dimir e Izzet.

Padevil (10/07/2018 11:48:28)

Assisti ontem (dia 09/07) o Todd Stevens usar esse moço aí num Grixis midrange bem parecido com a primeira lista que você montou, com algumas leves diferenças. O bicho é muito forte. Única bad match que vi de fato foi um BW control porque o adversário tinha como vantagem o foco em encantamentos, o que é o ponto fraco desse baralho por não tem remoções pra isso. Vi jogos contra Monored Agro, RB Agro, BG Constrictor, Mono green stompy e o baralho se saiu muito bem. O deck gera um valor absurdo com a Liliana + Scarab + Gearhulk + Bolas, no jogo que o Bolas flipar e o oponente não tiver uma resposta rápida como um Vraska's Contempt é muito difícil voltar disso. Tomara que m19 dê uma nova cara pro standard de Goblins e Teferis

CounterYou (10/07/2018 11:34:39)

Monstro msm vai ser esse cara no Arena