Rakdos Control: O inimigo agora é outro
21/05/2018 10:00 / 6,085 visualizações / 9 comentários

 

O Standard é como um meio, que muda o tempo todo, seguindo os organismos dentro dele. Não que outros formatos não se movam, mas existe algo dentro do T2 que faz com que a cada semana todos queiram ir para alguma direção, procurando o melhor posicionamento, ninguém quer ficar no terreno baixo, todos querem o terreno alto.

 

No meu último texto sobre Rakdos comentei como minhas preferências de estilo de jogo me levaram à combinação preto e vermelho, além de algumas conclusões com relação ao que via jogo no Standard. O tempo passou e Rakdos se tornou um dos principais decks do formato, o que obviamente me alegra, seja por gostar do baralho, seja por aquela sensação de estar certo, apesar de assumir que entrei nessa por um tanto de sorte. 

 

Como todo o aggro que começa em uma versão "small", com Mensageiro de Bomat​ e Mago Escarificador de Almas​, logo tivemos a versão "big", um predador natural que joga com remoções na curva que o "small" joga ameaças e joga com ameaças mais complicadas de lidar, logo, que vence o late game, enquanto um combra Bomat, o outro compra Fenix Reavivante​. A versão do Martin Juza é um ótimo exemplo:

 

BR Veículos - Standard
2018-05-20

Jogador

Ruda

Visitas

6273

Código Fórum

[deck=896397]

 

Com essa lista em alta o resto do metagame também se adaptou, então diversos green based e UW decks voltaram a poder jogar grande, já que um joga maior que qualquer cor do Magic e o outro pune com cóleras/counters quem tenta jogar grande e lento.  Ou seja, estamos indo para um lado grande do jogo.

 

Nesse mundo o próprio Rakdos pode se mover novamente, podemos ser pequeno e rápidos, punindo quem achava que a primeira ação seria um Goblin Lanca-correntes. Como a lista do Festifan, vencedor do MOCS desse fim de semana.

 

BR Aggro - Standard
2018-05-20

Jogador

Ruda

Visitas

6112

Código Fórum

[deck=896398]

 

Sim, isso é um RDW, mas com Desintegracao Ilicita​ porque é a melhor remoção do formato. Com essa lista temos acesso as duas ótimas remoções, Desintegração e Abrade​, e podemos ir por baixo de um ambiente que tentava jogar grande. É uma ideia arriscada, porque errar o tempo desse tipo de ataque ao metagame pode significar cair nos braços das remoções dos adversários, mas se acertado, rende um belo 8-0.

 

Outro caminho, e nosso artigo de hoje é sobre isso, seria jogar maior ainda.

 

A discussão começou com opções midranges, o problema com UB é que faltam interações de early game com azul, Piscar de Olhos​ não é tão interessante, mas ainda sim é uma cor que tem Campea do Raciocinio​, que te permite arrumar a mão dependendo da match, porém, mais uma vítima de Goblin Lanca-correntes, junto com a Sifonadora Bracoluz. Branco pode me oferecer Assentar nos Destrocos e Lyra, Portadora da Alvorada​, mas Selar​ é o motivo de Coracao de Kiran​ estar jogando tanto e poucas cartas brancas podem ser boas nos drop3s, Gideon das Provas é situacional e Historia de Benalia​ não segura, mas sim apoia rushs. Pensando principalmente em remoções, acabei chegando em Abrasao​, que tem sido uma carta fantástica para o early, chegando até mesmo a pegar cartas de custo 4, ou seja, cobrindo boa parte das opções de começo de jogo.

 

Com vermelho em mente e sabendo da força do preto, a lista consegue ter um bom kit de remoções, principalmente se pensarmos contra o BR Veículos. Ou seja, a mesma combinação de cores me permite bater o deck que vem dominando uma série de torneios.

 

Rakdos Control - Standard
2018-05-20

Jogador

Ruda

Visitas

4380

Código Fórum

[deck=896377]

 

O kit de remoções, parte importante da escolha de baralho, é pensando e, Coracao de Kiran, Parasita de Sucata​, e outras ameaças do BR, mas ainda sem negligenciar o resto das criaturas do meta. Logo, Empurrao Fatal​, Esguicho de Magma e Abrade​. A lista poderia usar Desintegracao Ilicita​, mas usamos poucos artefatos e temos básicamente um Homicidio​, então foi preferível o uso de Cair da Perdicao, que ainda ajuda contra decks mais lentos, e Desprezo de Vraska​ como remoção premium. Fora o potencial de O Anciao Renascido​. Então minhas remoções visam não perder o early e ter caminho livre para os planeswalkers, minhas principais ameaças.

 

É engraçado ver uma lista com vermelho sem Chandra, Chama da Rebeldia​, mas o mar de remoções não me anima a ficar revelando cards do topo e jogando cartas úteis fora porque o oponente está controlado. Outro ponto, é que Chandra, Chama da Rebeldia está jogando tanto que Derrota de Chandra​ está cada vez mais presente, logo, quero não ajudar o oponente, caso eu possa evitar. Karn, Rebento de Urza​ é ótimo em um deck onde posso chegar logo a mais remoções e sua lealdade alta também me ajuda a não ter que protegê-lo de tudo, e sim, a token é importante para ganhar jogos. Por fim, Angrath das Correntes Flamejantes​, que pode não ser tão forte quanto eu gostaria, mas que pune quem quer jogar lento como eu. Liliana, Majestade da Morte​ não é uma opção quando tenho poucas criaturas boas para reanimar, talvez usaria se tivesse Gonti, Senhor da Opulencia​, que ainda não está lá por preferir criaturas que finalizam por si, e não dependem do quão bom é o deck do oponente.

 

E falando de criaturas, Balista Ambulante​ e Etergenito Talentoso​ são cartas simples e que lockam a mesa do oponente muito fácil. Pia Nalaar​ sempre me agradou contra aggros e midranges, ganha tempo e ao mesmo tempo foge de remoções. Fenix Reavivante e Portador da Gloria​ são os hard finishers, e que ainda não tenho certeza se realmente gosto. São agressivos e finalizam rápido, mas ambos caem em Selar​. Ainda sim, são cartas ok contra BR, apenas não impossíveis de segurar.

 

Por fim, Barganha Sombria​, meu pseudo Lampejo de Genialidade​, e que sim tem agradado muito, dois eu acho uma quantidade ok, pagar vida é um fator pesado e não quero pagar demais esse recurso, ainda mais contra um deck de veículos.

 

O side tem detalhes, pro mirror, duas Derrota de Chandra, contra green based, duas Ultima Sentenca de Bontu​, Cair da Perdicao e Desprezo de Vraska​ e contra controles, a match mais complicada, descartes e os draws mais do que necessários de Jejum de Sangue de Arguel e Sifonadora Bracoluz​, sendo que a 2/1 realmente me agrada pós side, ele eprdeu espaço por conta do efeito do goblin, mas contra decks que ele não está presente, a carta brilha, sendo que os Nucleo do Eter​ estão ai simplesmente pelo suporte que dão à ela.

Testando e saindo do lindo mundo das teorias foi possível observar que é interessante upar a lista usando Arco de Orazca, uma adição até que simples; fênix e drgão finalizam rápido, mas não quer dizer que vão acabar com a partida, talvez use O Deus Escaravelho, apesar de ele estar em uma posição estranha no metagame; Sifonadora Bracoluz em nível silver bullet versus controls.

 

Por mais que a ideia tenha saído de um brainstorm simples e discussões sobre pptqs, eu gosto de como a lista joga e é uma prova de um tipo de abordagem diferente para esse metagame que te obriga a mudar a cada dois dias.

 

O metagame Stadard tem sido um monstro que aprende com cada arma que você usa, e cara, eu adoro isso.

 

Até mais!

 

Ruda

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


TAGS: 

Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Jogando em volta de Asssentar nos Destroços

Atacando com um, atacando com todos.


As estranhas montanhas que geram Azorius

UW Control e RPTQ.


Na Grande Final do CLM11: UW Cycle

Standard: UW Cycle, de Leandro Gurther.


Na Grande Final do CLM11: Esper Control

Standard: Esper Control, de Vitor Mattas.


Real Rogues! – U/R Magos, começou a bruxaria!

Fazendo magias no Standard.





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Danielalvesneves (28/05/2018 23:48:11)

No meu UB Midrange também passei a Sifonadora para o sideboard, mas já não uso o Aether Hub, pois quero entrar o máximo possível com os terrenos em pé, coloquei ilhas e terras mortas de Ifnir, excelente resposta contra o cavaleiro da benevolencia. E engraçado que eu modifiquei meu deck com o mesmo intuito que você, controlar o early game minimizando os danos de decks agros com remoções e anulas, pra depois chegar aos finishers, no meu caso Liliana, Scarab e Gearhulk.
Por mais que o preto não tenha selar, ainda tem fatal push/moment of craven/demover/desprezo de vraska, além da pouco falada chupacabra voraz a criatura "homicidio".

VIP STAFF Ruda (22/05/2018 16:21:26)

Eu pensei muito nele, e ainda quero testar, mas a princípio a Balista, como vc citou, faz algo parecido e a Fenix faz o papel de kill condition chata de lidar.

Sobre Chandra, eu não gosto dela quando boa parte do meu deck é de remoções, várias vezes eu terei que usar a opção de dano e nesse dano eu prefiro gerar o máximo de carsd advantage possível.

MrSocrates (21/05/2018 15:44:37)

É, acabou que era lista errada mesmo keke

Ainda acho necessário o uso de ao menos uma Chandra, até porque pela mesma justificativa do Chandra's Defeat, o Angrath também morreria do mesmo jeito. Ao menos uma no side talvez fosse ideal...

VIP STAFF Ruda (21/05/2018 15:25:32)


Lista correta upada

Gregorypetter (21/05/2018 11:36:20)

Olá Rudá, excelente artigo. Amigo no texto você fala que não vai desintegração e sim cair da perdição, mas na lista do deck esta com a desintegração. Você também comenta que não utiliza chandra mas sua lista tem uma de main. Abs

MrSocrates (21/05/2018 10:56:10)

Rudá, um The Scorpion God não seria interessante também, na lista control? Ou acha que seria MUITO lento, ambos como finisher e controle de mesa, visto que a Balista já faz o serviço bem melhor?

TdSJimmy (21/05/2018 10:55:37)

Imaginei isso também, mas vai saber, né.

MrSocrates (21/05/2018 10:52:33)

É bem capaz de que esteja certa. Não dá pra manter uma lista control baseado em vermelho sem ao menos uma Chandra. Ele provavelmente quis dizer "sem várias cópias da Chandra".

TdSJimmy (21/05/2018 10:32:31)

A última lista está correta?
Você afirma que ela não tem Chandra, mas tem uma: "É engraçado ver uma lista com vermelho sem Chandra, Chama da Rebeldia​,...".